Quer saber como funciona a pichação?

Comecemos por um glossário: em primeiro lugar, não existe pichação nesse mundo, o correto é pixação. A mesma coisa acontece com pixo, que serve tanto para verbo (eu pixo, tu pixas…) quanto para denominar determinado pixo. E o que vem a ser “determinado pixo”? É o que no grafite (ou graffiti, para os mais íntimos) se chama crew e que, para a polícia, pode ser visto como bando ou gangue.

Se alguém perguntar o que você “lança”, esse alguém quer saber qual pixo você representa, o que você costuma rabiscar na parede. Mas como há mais de um tipo de rabisco, vou separar em três: pixo, união (ou grife) e tag. O pixo, bem, já expliquei, então vou pular para os outros dois.

Os Podrão

Os Podrão

União (ou grife) é um símbolo usado para juntar diversos pixos que têm linhas políticas semelhantes. Por exemplo: eu lanço “MSK8” (Movimento Skate) e tenho a união “Assustados”, meu amigo lança “LDS”(Ladrões) e também tem a mesma união. Algumas dessas grifes marcam uma briga histórica no movimento: “Os Podrão” e “Os+Im” (Os Mais Imundos) há anos são rivais dos “RGS” (Os Registrados), que por sua vez são parceiros dos “Risca União São Paulo” – criada, até onde sei, para fazer frente à “União São Paulo”, parceira dos Podrão. E assim vai…

No pedaço da Zona Sul onde eu moro a briga forte sempre foi entre a “União Tormento” (parceira dos Podrão) e os poucos RGS que têm por aqui. No Centro, quem manda são os RGS, então a cena daqui é invertida por lá. É meio complexo, mas funciona direitinho na pixação e todo mundo que está dentro conhece bem os limites do que está fazendo.

Os Mais Imundos

Os Mais Imundos

Tag, o terceiro tipo de rabisco, foge um pouco disso tudo aí de cima. As tags foram importadas do graffiti, em que são usadas como assinatura. É bem fácil diferenciar uma tag de um pixo convencional porque a tag geralmente é difícil de se ler e parece mesmo com uma assinatura (e muitos preferem fazer tag com giz de cera), enquanto o pixo costuma usar letras espaçadas. Já a união quase sempre forma um desenho; por exemplo: Os Podrão é representado por uma careta dentro de um O, Os RGS, por um morcego do Batman e Os+Im é um símbolo de mais (+) com as letras O, S, I e M espalhadas pelas extremidades.

Para fechar o glossário, preciso explicar que rolê, para pixador, significa sair pra pixar. Pegar um beiral significa (adivinha?) pixar um beiral. Pegar uma janela e pegar um prédio seguem o mesmo raciocínio. Quebrar um pixo significa escrever sobre, e atropelar significa escrever atravessando (as duas coisas podem gerar briga).

De onde

Como é que eu sei tudo isso? Obviamente, porque já fui da área. Fui apresentado ao movimento em 1999 por intermédio de duas pessoas que nem se conheciam – todo mundo pixava naquela época. Assinei como LDO, LND, Leo e ST (de Soterrado, me chamavam assim porque um dia caí do telhado dentro de uma escola).

Antes disso, em 1998, eu já rabiscava uns graffitis em folhas de papel ouvindo RZO e De Menos Crime no meu walkman. Depois, fui para a pixação, fiz tag, voltei para o graffiti (dessa vez em muro, mesmo), colei sticker, colei lambe-lambe e fiz stêncil. Ou seja: era bem maloqueiro.

Na pixação, que eu me lembre, fui do “NTRS” (Naturais), “Coyots”, “FOM” (Foda-se o Mundo), “ILS” (Ilusões), “CBR” (Camburão), “Luto”, “DKD” (DKDência), “NCL” (Necrópole) e “ODR” (Os Donos da Rua), mas aposto que se puxar bem, lembro de outros. Fui cabeça de uns desses (tipo chefe), criador de dois e dono de uma grife, a “Manos da Zona Sul” – o que significa que criei ela e só eu podia dizer se outras pessoas podiam usar ou passar para outros usarem.

Por uma daquelas coincidências estranhas da vida, esses dias encontrei na rua um dos caras que estavam comigo em 2001, 2002, por aí:

- E aí, ST, parou com a brincadeira? – perguntou ele.

- Parei, Luizinho, parei – respondi.

- Pô, faz uma folhinha pra mim ae?!

Folhinha do KIDS, com Os RGS e Os Risca União SP

Folhinha do KIDS, com Os RGS e Os Risca União SP

Folhinha é outra coisa que eu deveria ter explicado. É uma espécie de autógrafo, o cara vai lá e faz no papel o que costuma fazer na parede. Às vezes uma folhinha tem vários pixos, porque vários autores resolvem compartilhar o mesmo papel. Algumas pessoas comercializavam isso; eu mesmo tinha uma coleção gigantesca, que doei quando larguei a pixação pelo graffiti e pela namorada, que pareciam ser mais interessantes.

E daí?

Por que eu resolvi escrever sobre isso? Porque desde 2008, quando um grupo invadiu o Centro Universitário Belas Artes, a pichação (e aqui começo a escrever direito) passeia pela mídia e, mesmo assim, com quatro anos de destaque para o movimento, ninguém se propôs a explicar como as coisas funcionam para esse pessoal. Mas só posso falar da minha época, já que há anos sei disso apenas o que vejo na mídia, ou seja, nada.

Pichar é crime, não preciso lembrar. Mas ainda assim é uma tribo, que aqui no Brasil conta com milhares de representantes, concentrados principalmente em São Paulo.

No mundo inteiro existe pichação, e em cada lugar ela é vista de um jeito, em cada lugar ela serve para alguma coisa, não seria bom se alguém tentasse entender por que isso é tão forte por aqui? Sim, e é o que vem sendo feito, sem sucesso. A melhor teoria que já ouvi sobre o porquê de pichar veio do grafiteiro Chivitz, que em um debate na MTV explicou que por não haver opções razoáveis de lazer na periferia, os garotos inventam o que fazer – isso deve valer para o crime em geral.

Mais do que descobrir a razão, acho que a mídia deveria ter contado como funciona esse mundo, já que agrega tanta gente.

Kadabra, Atrito e Toxico (todos RGS e "Turma da Lata")

Kadabra, Atrito e Toxico (todos RGS e "Turma da Lata")

Não sei o que leva alguém a pichar, só adianto que é necessário ter certa vocação. A maioria dos pichadores famosos é composta por pessoas que são boas em outras coisas e todos os que conheci têm aquela caligrafia invejável que, mesmo se você fizer anos de treinamento, não vai alcançar. A caligrafia paulistana, aliás, deveria ser objeto de estudo profundo, porque os traços daqui não são vistos em canto nenhum do mundo – Chivitz também defendeu isso.

Sempre ouço aquele tipo de crítica padrão sobre esse movimento: “É coisa de quem não tem o que fazer.” E, quer saber?, deve ser mesmo. Mas pichar é divertido, por mais que não faça sentido para quem vê de fora. Aliás, o pichador escolhe seus alvos para impressionar seus pares, e não a sociedade: prédios, rotas de ônibus, trem e metrô, por exemplo. É bem comum encontrar diálogos entre uma pichação e outra, às vezes por provocação, às vezes por coleguismo.

Enfim, o que eu tinha pra explicar, já expliquei. Tomara que quando você ler alguma coisa sobre isso no jornal, entenda um pouco mais e consiga extrair melhor a mensagem. Quando vir um rabisco desses, tente entender o que está escrito, identificá-lo com outros… você vai descobrir um mundo inteiro na parede.

About these ads

33 comentários sobre “Quer saber como funciona a pichação?

  1. Muito bom Léo, sempre é bom saber, vamos dizer, se pixar é crime, o que os politicos são?

    Mas agora com sua explicação, as pessoas começam abrir a cabeça, mesmo que não concorde, mas sim entender sobre.

    Ótimo texto parabéns!!!

  2. CARAMBA PIXARAM O MURO DA MINHA CASA, FICOU HORRIVEL,VC SABE ME DIZER COMO LOCALIZAR OS PIXADORES QUE USAM A SIGLA CES 12 ?

  3. Eu vivi nesse mundo dos pixos de 1989 a 1997, e vi tudo isso començar…e tenho varias historias…muita coisa boa, muita amizade e aprendizado de vida…..viva a pixação…LOIRO zl SP….89/2012

  4. eu admiro a pichação desde o inicio da adolescência e há quase 10 anos comecei a pixar, eu e mais alguns amigos. nós tinha até um grupo e pichava essa sigla por toda a cidade, durante o dia ou a noite, 2-3 minutos sem muita gente por perto era tempo suficiente para lançar as letras e correr. no meu entendimento, o que leva alguém a pichar muros é a adrenalina, isso é praticamente um esporte, só que ilegal… futebol e basquete por exemplo, são esportes que trazem essa sensação, mas não são todos que gostam e a pichação é quase isso, só que o diferencial dela está na criatividade, o que você picha é o que você criou e conforme a sua dedicação, maior a fama e o reconhecimento. claro que existe a discriminação, mas o publico alvo são os jovens, e assim como tem gente que detesta, tem gente que gosta, admira. eu sou um desses, comecei a admirar outros pichadores das antigas antes de começar. me envolvi em confusão com a polícia por causa de pichação junto com um dos membros do grupo, e o grupo acabou de vez, isso era a diversão de todos, mas eu era o único que tinha o “vício” e continuei mais 2 anos… até que em 2011, fiz minhas ultimas pichações, mas a cada dia que passava era mais foda, sem contar que nesse mesmo ano a minha família descobriu de vez e isso estava me trazendo problemas, até ameaças eu recebi “indiretamente” por causa de da pichação, resolvi por um basta, parar… mas não é fácil. isso é um vício, uma compulsão… nesse ano de 2012, não fiz nenhuma pichação, o ano está quase acabando e eu parei, ou pelo menos estou tentando e ainda não fracassei… nas ruas, mas não posso pegar uma folha na mão, um caderno, começo a fazer rabiscos compulsivos. é tipo parar de fumar, você para, mas a vontade sempre volta. talvez pela falta de oportunidades não tenha iniciado no graffiti, afinal, não existem espaços nas cidades para isso.

  5. olà tenho 15 anos me chamo david sou pixador , tem gente q fala pq pixa , só um pixador entende a adrenalina o orgulho q dà de ver sua assinatura ou o nome de seu grupo no topo de um predio , se vc quizer pixar pixe mas nao entre por entrar entre por amor , lembre sempre tenha humildade respeiro e concideraçao com os parça , nunca ramele com os amigos ! ! ! !

  6. meu nome é Elias tenho 15 anos e quero entrar nesse mundo,mas toda vez que vou me envolver com os pixadores da minha cidade eles me dispensão #CHATIADU

    • eu tenho 14 anos e também sou fanático por pixação, queria muito entrar em um grupo da cidade. o problema eh que nem conheço os caras … ai eh foda. Aki em jacareí-sp tem vários grupos … os que + admiro são: RNP, 5U5HI, OS CF, SPIXO, SORTE, TOMA, ACTL, …… esses dias eu e + 6 amigos pichamos DILL, nenhum de nós conhecemos nenhum pixador … será que pode haver algum problema nisso ? ?

  7. Comecei a pixar mais ou menos em 2006, bem na epoca em que Atrito, Toxico, Kadabra, Local e alguns daqui de campinas começaram a se destacar dos demais.
    Vi que você citou “Turma da Lata” conhece alguem daquela regiao? vlw.

  8. Bom,faço parte dos q n gostam de pichação,mas admiro quando é um grafite e tals. Interessante o artigo. É questao de querer deixar sua marca,fazer parte de alguma coisa? Enfim,um dia fiquei mto p da vida por picharem o muro da minha casa! Sabe isso n se faz é desrespeito e tals se quiserem pixem o muro de suas casas ou de locais abandonados n as residências das pessoas,isso é mto chato.

  9. Parabéns, otima explicação .. Eu tenho 16 anos e meu tio pixava, dae eu continuei o trabalho dele .. Comecei a pixar em 2012 msm e to até hoje rabiscando, estico A.N.R.(ArteNãoReconhecida) e assino 13MTZ .. Bom, pra quem é novo na pixação e talz me adc no face que eu passo umas dicas e até pode ser que a gente saia pra um Rolê cabuloso ;] .. Mateuz Rodrigues (mateuz1@facebook.com) .. Abraço e fiquem na paz de Jah ..

  10. Salve, to começando agora nesse mundo loko da pixação, fiz uns 5 pixo com spray, uns 10 com nugget, e mais uns com giz e canetão e pá, cara é muito louca a sensação tá ligado de quando to fazendo umas tag por aí, só quem sabe tá ligado no barato morô… assino como DNL” (De Danilo) , mais aí muita paz memo, saúde, e VIVA A PIXAÇÃO

  11. O texto tá bem explicado. Gostei.
    Só não vejo nenhum glamour nisso. Fora o autor, o que se segue é um monte de neguinho analfa, que mal sabe escrever o nome. Por isso picham com esses rabiscos. Dizer que esse tipo de letra, de caligrafia é bacana, beira a sacanagem. Você só pode estar zuando, né autor?. Tudo rabisco, garatuja.
    Pior ainda é quando dizem que é arte. Puta que o pariu!!! Se essa merda for arte, fudeu tudo.
    Graffiti sim é arte, tem uns que me impressionam por tamanha criatividade, tamanha beleza. Eles enchem a Cidade de cor.
    Enquanto que a pichação só degrada, enfeia por onde passa.
    O que vejo é um bando de desocupados carentes, solitários, uns sem namoradas cansados de bater punheta, que sem nada para fazer de útil saem para depredar o patrimônio alheio.
    Querem ser alguém, querem se mostrar, aparecer. Mas são burros demais para fazer algo de útil, são uns perdedores natos. Tentar se aparecer, ser notado… mesmo que seja para os iguais… pichar é o que lhes resta. Tenha pena.

    Certa vez perguntei para um pichador, o porquê dele fazer isso. Ele respondeu:
    “é um potResto contra o sistema”. Não me contive, tive que rir.
    O sistema tá andando e cagando para pichadores e seus rabiscos. Ele quer é isso mesmo, um bando de analfabetos, mão de obra barata. Enquanto um imbecil picha, um playboy estuda, depois veremos quem é que vai limpar o banheiro de quem.

    • Amigo, vc falou exatamente a mesma coisa que eu penso, e que com ctz a grande maioria das pessoas pensam. Parabéns pelo excelente raciocínio. Tbm axo o grafite muito massa, isso sim é arte, e até embelezam a cidade. Esses sim eu creio que toda a sociedade adimira. Quanto aos pichadores, só lamento…

    • Finalmente algum comentário decente.
      Pixação é vandalismo, e os pixadores dão a desculpa de estaram exercendo sua ”liberdade de expressão”. Mas que liberdade é essa que invade a do proximo?
      Se um pixador pode ter a liberdade de pixar onde quiser, por que eu não posso ter a liberdade de ter um muro limpo e bonito?

  12. Ae a burguesia nunca vai entende nois e nois tb nao que se entendido p v6, agente pixa por amor por reconhecimento e lazer so quem pratica ta ligado e reconheçe, talvez um dia quando nessa merda de tv passa um artigo de luxo igual esse mano do site fez aqui v6 pague um pau.
    Nao conhecem pq NAO SAO DA RUA me falem um artista que vai contra a opiniao de todos e poem em risco integridade fisica e juridica ?! ja asinei por causa de pixaçao e falo É PIOR QUE DROGA QUANTO MAIS VC TEM MUINTO MAIS VC QUER

    RST 12 (rasta) barueri z/o velha escola voltando heim ha!! nova escola dichavanu td assim q é !.

  13. pixação é dahora eu parei,começei quando eu tinha meus 12 anos de idade,era louco para entrar em uma grife mosntra,nunca avia conseguido quando começei a lançar varios eu entrei p grife q sou até hoje 22 anos de idade(OS+IMUNDOS)GERAÇÃO RONCONHA ETC moro na brasilandia zn sp,sempre pixei com os mano da zo taipas,eu era o unico IM q colava la na epoca da treta e pixava com os mais top dos RGS,tipo RDU,PROCURADOS,CDP,H2O,PENETRAS,PDM,mais éra da quebrada dos im eu sempre dui IM,pixo PSICO,junto com FUGGES,OS AMIGOS,SPIRITO,OS METRALHAS ,LARAPIOS ETC e um dia ainda vou lançar algums um abraço a tds IM da historia……..

  14. O Pichador não sabe o que é lixa, escova de aço, massa de cimento e areia, suor, alicerce, pintura, cal, massa corrida; sabe por que? Porque quando nasceu as paredes já estavam prontas e ele nunca soube como foram construidas e que as mesmas livraram-no do frio quando era bebê e ainda hoje o livra de morrer no frio e essas paredes permitem que ele durma em um lugar seguro e o livra do sereno. O João de Barro é pequeno más tem um cérebro maior que um
    pichador.

    • Nenhum pixador ta danificando a sua parede nem a de ninguém é só tinta por cima de tinta antes de argumentar pesquise estude saiba o que diz , somos pixadores mas não ignorantes

  15. Que texto foda! desde pirralha curtia ler as pixações e tentava entender o que tava escrito, me despertava certa curiosidade. Ler pixação na rua é um habito que tenho até hoje (com 19 anos), alguns eu gosto até de fotografar. Admiro pixação como se fossem aquelas obras que os ricos pagam pra ver em museus, mas a diferença é que não pago e posso sempre observá-las na rua. Também admiro alguns grafites, mas infelizmente está se tornando cada vez mais comercial, vejo grafite até em campanhas publicitárias pra shopping, já o pixo é mais subversivo e será díficil ver algo que não agrada a burguesia em campanhas publicitárias né. Pra quem não compreende indico ver o documentário Pixo, e se mesmo assim não compreenderem, só lamento ahahaha

  16. TRAVADOS => FND – ZONA/SUL desde 1992 ate 2014 na ativa, so pixador, o pixo, e complicado, na minha epoca erra forma de protesto, uma vez que a sociedade critica, e a mesma que nós educam, e a mesma que voltaram em politicos safados, onde roubaram nois dinheiros de impostos e engordaram suas contas correntes nos exterior, samos da rua PLAYBOY cultura que nois mesmo criou, facil criticar mais vc nunca fez nada pra muda, onde periferias, não tem saneamento basico, estrutura para se apreender, onde a segurança e paga pra mata etc…

    • SALVE SALVE ADMIRADORES DO ANARQUIA QUE COLORE O CINZA DE SP AQUI É UM MEMBRO DO

      K I D S

      ESSA FOLHINHA AI EM CIMA …..QUISER ENTRAR EM CONTATO MARCAR ROLE DA UM SALVE NO MEU FACE:gersonmedeiros84@gmail.com add lá que agente bola uma ideia coisa e tals…

      e prefiro pixar, do que ser ladrao. estrupador ou ladrão do senado , fazer algo pra mudar isso sentado com a bunda no nofa que nem esses hipócritas ai que falaram tanta asneira é facil que ver vir pra rua e protestar …

  17. Meu nome é Lili tenho 16 anos e faço parte de um grupo de pixe formado apenas por meninas … nao é muito conhecido ! mais agente se esforça !

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s